Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Cores de vida

 

Do cimo desta pedra vejo estendida a interessante e graciosa Serra da Nave,  com Alvite a seus pés.  Daqui eu observei a natureza calada com o seu perfume e melodias e gritei :

“Serra da Nave , Terras do Demo!

 

 

 

 

 

 

Mas logo  o eco me trouxe a resposta :

Mas do Demo não são !

São de todo uma gente que se sacrifica longe dos benefícios do progresso em prol dos seus.

Um colorido contrastante entre o verde vivo das folhas dos pinheiros, dos campos de milho e os verdes lameiros com dóceis ruminantes, manadas de bois e vacas a pastar e o castanho dos fenos e do centeio dos terrenos agrícolas,  fazem desta Serra um  nobre lugar .

 A água que ainda corre os seus cursos livremente tecendo rendilhada líquida rede, pode estar empestada com pesticidas supostamente para livrar as pragas da terra, mas que maiores chagas abriram nos ecossistema de toda a Serra, todavia   ainda se pode verificar o saltear das  borboletas e o verde dos líquenes nas vastas esferas graníticas.

 Das terras desta Serra brota a água que forma o rio Varosa e no alto dos seus 1011m  nasce o regato chamado nave que emprestou o nome à Serra.

 

 

 

 

 

E próspera é ainda esta Serra pois até as pedras estão repletas de vida!

 

 

 

 

Laura Amado

 

 

 

publicado por naveserra às 20:14

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Em terra de Lobos

. Nascer do sol na Nave

. Consórcio Ventinveste res...

. Construção do Parque Eóli...

. Caminhos da nave

. Penedo do Lagarto

. Quercus apresenta ...

. O parque e o lobo

. Câmara e juntas de fregue...

. Parque Eólico do douro Su...

.arquivos

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds